Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

A luz amarela acendeu no Canindé. Por mais que se tente colocar panos quentes e se usar velhos argumentos como “início de competição”, “falta de algum entrosamento”, entre outros tantos, o fato é um só: a Portuguesa não poderia ter perdido para o Água Santa em casa na estreia da Copa Paulista. Não podia.

LEIA TAMBÉM: Sérgio Soares explica substituições da Lusa na derrota para o Água Santa

Não podia, porque manteve a base do elenco campeão da A2 do Paulista de 2022. Não podia, porque fez contratações pontuais compatíveis com a Copa Paulista. Não podia, porque a filosofia de trabalho é a mesma. 

Em que pese todo respeito e sincera simpatia com o treinador Sérgio Soares, que antes mesmo de ter sido confirmado como o nome para a temporada 2022, este colunista já o classificava como uma boa aposta por parte da diretoria rubro-verde, em que pese isso e muitos mais, ele sabe que o resultado foi péssimo. Mesmo ele tendo razão sobre performance, sobre erros de passe, sobre alguma falta de entrosamento, mas na superfície ele sabe que foram três pontos jogados pela janela.

A camisa listrada da Lusa chegou na NETLUSA Store. Garanta já a sua pelo melhor preço e com frete grátis

Trocando em miúdos, é preciso ser claro na conversa: a Copa Paulista não é barbada. A Portuguesa, mesmo tendo um elenco em grande nível para a competição, não vai ganhar de maneira automática. Nada vai acontecer somente porque a camisa rubro-verde estará em campo. Simples assim. 

Agora, com esse revés por 1 a 0 diante do Água Santa, a Portuguesa vai precisar redobrar sua atenção para o confronto contra o Juventus, na rua Javari, domingo pela manhã. Jogo enjoado, para dizer o mínimo. 

Em seus domínios, o Juventus sempre complica. Vira um adversário indigesto, cheio de manhas. Manhas que Soares conhece bem. 

Ou seja, seria bom a Lusa entender logo de cara que ela precisa ser assertiva em relação à Copa Paulista. Em outras palavras, classificar em primeiro ou em segundo, tanto faz, mas classificar e ponto. Ah, mas os dois melhores terceiros colocados também vão passar à próxima fase… Ok e lhe pergunto: quer colocar a matemática em campo? 

Como a reposta muito provavelmente é a óbvia “não”, isso nos leva em outra direção. O da consciência. 

Nem é preciso repisar muito o fato de que a Copa Paulista é peça-chave no planejamento para 2023. Também não é preciso dizer que isso joga um peso extra no elenco e em toda comissão técnica. Mas também não dá para fugir ou usar meias palavras. A responsabilidade está à mesa. 

Ato contínuo. Todos sabem que a reconstrução traz consigo um adicional extra de carga. A Portuguesa não chegará à Série A do Brasileiro sem passar pelo caminho difícil das divisões inferiores. Não há outra rota. O caminho é esse aí, árduo, cheio de trombadas, mas que no final de tudo pode significar a grande redenção. 

Em tempo, vale o desconforto da derrota na estreia da competição. Que foi bom por um lado, porque aconteceu logo de cara e que certamente vai servir à necessária correção de rota. Ruim por outro, porque abala a autoestima. Mas esse elenco, acredito, já sabe: na Lusa nada vem de mão beijada. Nada é fácil. Negócio é jogar bola, principalmente o futebol do início da Série A2 do Paulista.

* Maurício Capela é jornalista há 28 anos. Comentarista, já trabalhou em diversos veículos, como RedeTV!, 105 FM, Tropical FM, Veja, Valor, Gazeta Mercantil.

NETLUSA NAS REDES
Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

11 comentários

  1. O SS começou errado com Primão no ataque, Cesinha perdeu 2 gols feitos!!! E me perdoe Capela, contratações PUTO aos, o Lusitano saiu do Canindé puto da vida. Deveriam colar o comentário do Rodrigo Antônio feito em 3 post. atrás e encaminhar para ACC, SS, TC,DF, Izzo…jogadores etc etc etc.

  2. O Agua Santa não jogou um futebol brilhante, FOMOS NÓS que não jogamos nada e ainda demos o gol prá eles. Faltou tudo. No próximo jogo a disposição do Juventos vai ser igual a do AS, NÓS precisamos melhorar muito, no entrosamento, nos passes, nas divididas, NA DISPOSIÇÃO.

  3. ESSE COMENTÁRIO É BOM PARA QUE A DIRETORIA ANALISE MELHOR SUAS CONTRATAÇÕES.
    MANTEVE O A MAIOR PARTE DO ELENCO MAS EMPRESTOU O PATRICK E O FRANÇA QUE DAVAM MAIS QUALIDADE AO TIME. NOSSO ATAQUE É MUITO FRACO E CONTRATARAM ATACANTES AINDA COM MENOS QUALIDADE DOS QUE FICARAM. ENTÃO É SIMPLES, TODOS OS TORCEDORES VIRAM QUE O PATRICK FAZ FALTA E QUEM JOGOU NÃO TEM A MESMA QUALIDADE . E O FRANÇA NO ATAQUE A MESMA COISA. QUEM ALMEJA MAIORES COMPETIÇÕES CONTRATA COM A QUALIDADE NECESSÁRIA PARA MELHORAR O TIME!! COM ESSE ATAQUE FRAQUÍSSIMO NA MINHA VISÃO NÃO VAMOS NOS CLASSIFICAR NO GRUPO. CONTRATAM ATACANTES MUITO RUINS , PINTAM O CIMENTÃO E O GRAMADO ESTÁ UMA DROGA!!! SERÁ QUE ISSO É ADMINISTRAR COM INTELIGÊNCIA ????

  4. QUIS DIZER QUE LÓGICO QUE DEVE PINTAR O CANINDÉ MAS AS CONTRATAÇÕES FORAM MUITO FRACAS E SEM NENHUMA QUALIDADE E O GRAMADO FICA EM SEGUNDO PLANO. O FUTEBOL NA PORTUGUESA, SEGUNDO A DIRETORIA NA MINHA VISÃO, PARECE QUE NÃO TEM PRIORIDADE E NÃO ALMEJAM PATAMARES MAIS ALTOS. PARECE QUE DORMIRAM COM OS LOUROS DO PAULISTÃO E A SÉRIE D NÃO FICOU IMPORTANTE.

  5. Resultado inesperado e decepcoonante… balde de água fria no entusiasmo do torcedor… lamentável!!! Por essas e por outras que o torcedor só comparece quando tem certeza que não vai passar vergonha… não adianta o Castanheira reclamar da presença da torcida… espero que tenha sido apenas um tropeço…. luz amarela acesa….

  6. Devemos ser mais críticos. O time que subiu não era bom, não tinha padrão de jogo, jogadores fracos etc.. A série A2 teve um dos piores nível técnico dos últimos anos. Sobrou garra e disposição e isso iludiu. Série A1, o sarrafo é muito mais alto. Se não tiver jogadores com mais qualidade, vai voltar pra serie A2.

Atenção: este é um espaço para debate saudável sobre a Portuguesa. Respeite os colegas rubro-verdes do site. Ofensas são proibidas e o comentário não será publicado.

Please enter your comment!
Please enter your name here