Em sua estreia na Copa Paulista, a Portuguesa perdeu para o Água Santa, na tarde deste domingo (3), por 1 a 0, no estádio do Canindé. Gleyson, aos 32 minutos da primeira etapa, anotou o único gol da partida. O confronto marcou a estreia de Thiago Primão e Richard com a camisa da Lusa, além da estreia do terceiro uniforme verde encarnado, feito em parceria com a Adidas.

LEIA TAMBÉM: Lusa estreia terceiro uniforme com a Adidas no jogo contra o Água Santa

Com isso, a Lusa segue sem nenhum ponto no Grupo 3, assim como o EC São Bernardo, que perdeu para o Juventus também por 1 a 0. Confira a classificação da chave.

O JOGO

A camisa listrada da Lusa chegou na NETLUSA Store. Garanta já a sua pelo melhor preço e com frete grátis

O confronto teve início com marcação sob pressão feita tanto pela Lusa quanto o time do Netuno. Os visitantes apostavam nas jogadas em velocidade pelos lados do campo, enquanto a Lusa tentava aproveitar os espaços deixados pelo adversário. Contudo, a primeira oportunidade de gol foi dos adversários. Em cobrança de falta, com apenas um minuto de jogo, Anderson desviou para o gol o lançamento, mas Thomazella espalmou e mandou para a linha de fundo.

Após o susto, a Rubro-Verde começou a subir as linhas e pressionar o time adversário, mas encontrava dificuldades no setor defensivo da equipe de Diadema e viu os rivais pressionarem e se aproximarem da meta do arqueiro verde encarnado.

A primeira boa oportunidade lusitana surgiu aos 17 minutos. Em boa troca de passes pelo lado direito, Thiago Primão recebeu passe de Caio Mancha e arriscou, mas a bola bateu no marcador do Netuno e foi para a linha de fundo.

Em seguida, aos 20, a Rubro-Verde criou outra boa jogada. Após recuperar a bola no meio de campo, Daniel Costa mandou para Caio Mancha, que tentou devolver para o meio-campista finalizar, mas a zaga afastou o perigo.

A Lusa, aos 27, teve mais uma boa oportunidade de inaugurar o placar. Luis Ricardo mandou para Cesinha, que tentou finalizar, mas o goleiro conseguiu defender. Contudo, o Água Santa conseguiu abrir o placar, aos 32 minutos. Em jogada construída pelo lado direito, com troca de passes, Gleyson conseguiu receber a bola e deu um toque para o fundo das redes, para colocar o Água Santa na frente no placar.

A Lusa teve a chance de deixar tudo igual, no minuto seguinte. Cesinha recebeu ótimo lançamento de Thomazella, tentou chutar, a zaga defendeu e, no final afastou o perigo.

Ainda no final da primeira etapa, o técnico Sérgio Soares já colocou os atletas reservas para o aquecimento, com o objetivo de promover algumas mudanças para a etapa final. Contudo, no segundo tempo, o time iniciou com a mesma escalação da etapa final. A primeira oportunidade foi dos adversários. Em cruzamento na área, a defesa afastou e Ramon arriscou, mas a bola foi para a linha de fundo.

SEGUNDO TEMPO

Os primeiros minutos da etapa final foram marcados por uma marcação forte da equipe de Diadema, enquanto a Lusa partiu para o ataque, em busca do gol de empate. Logo com 10 minutos de jogo, o técnico Sérgio Soares fez a sua primeira alteração ao sacar Thiago Primão para a entrada do jovem Richard.

Após a mudança, a Rubro-Verde manteve o ataque nos visitantes, em busca de deixar a sua marca. Aos 17 minutos, Daniel Costa bateu fechadinho na cobrança de escanteio, a bola estava quase indo pro gol, mas o goleiro conseguiu afastar novamente para a linha de fundo.

Aos 24, a Lusa teve mais uma chance de tentar balançar as redes com Richard, que saiu correndo e chutou cruzado, mas a defesa afastou. Em busca de aumentar a ofensividade do time, houve a segunda mudança, com a entrada de Paraizo no lugar de Luis Ricardo.

E o jovem teve uma boa oportunidade de balançar as redes. Aos 30 minutos, a Portuguesa aproveitou o erro do adversário e avançou em velocidade. Cesinha mandou para o Caio Mancha, que cruzou para o Paraizo, mas a defesa alcançou e mandou para a linha de fundo.

Nos 20 minutos finais, o confronto passou a ser ditado pela velocidade em ambas equipes, dando trabalho para as defesas. Aos 38 minutos, Marzagão foi derrubado dentro da meia lua da grande área e foi anotada a falta. Na cobrança, Daniel Costa mandou uma bomba, mas ela foi para a linha de fundo.

O próximo compromisso da Portuguesa na disputa da Copa Paulista diante do Juventus da Mooca no próximo domingo (10), às 10h, na Rua Javari.

ESCALAÇÕES

PORTUGUESA: Thomazella; Luis Ricardo (Paraizo), Naldo, Luizão Silva e Carlos Henrique; Marzagão, Tauã e Daniel Costa; Cesinha, Thiago Primão (Richard) e Caio Mancha.
Técnico: Sérgio Soares

ÁGUA SANTA: Fabrício; Gabriel Inocêncio, Donato, Anderson e Paulinho; Thiaguinho (Alaba), Kady (Zé Andrade) e Ramon (Roni Lobo); Gleyson, Felipe Pará (Kauan) e Patrick Allan.
Técnico: Thiago Carpini

NETLUSA NAS REDES
Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

15 comentários

  1. Porque perdeu:
    1) O time deles mostrou que tem jogadores melhores
    2) O tecnico deles deu um nó no S. Soares.
    3) O time deles melhor preparado fisicamente
    4)A Portuguesa não chutou nenhuma bola que o goleiro fizesse defesa em 100 minutos.
    5) 1×0 ficou barato, por justiça seria 3×0.
    6) Tô puto com esse time. falei.

  2. Eu estou falando há mais de 1 mês: nosso ataque é pífio. Mancha não consegue correr, Cesinha só cisca, e contratamos 3 atacantes q somados fizeram 3 gols kkkk. Ridículo. Cadê o presidente falastrão, está de férias ainda? E o Cecília fazendo o q? E os babas ovo daqui? Estão satisfeitos? Ano q vem nem serie D de novo….perder do água santa q não tem ninguém…

    • Vou complementar, Rodrigo. Que tem centroavante e defesa que resistiu a pressão desordenada da Lusa. Tem o tal de Paulinho no meio e nós o Tauã e uma dupla de zaga que estava louca para entregar a paçoca.

  3. Cadê a Copa Paulista é a nossa Copa do Mundo?
    Cadê os atacantes?
    Cadê o Daniel nosso melhor jogador?
    Cadê os baba ovo aqui chamando os torcedores de verdade que querem a Lusa Grande como sempre foi de corneteiro?

  4. É fácil explicar o porquê não ganhamos: acabou a cota de sorte. Temos que sermos realista esse time já era fraco na A2 só que tínhamos a sorte jogando do nosso lado e quando essa sorte nos abandonou deu no que deu. Só um recado para aqueles que falaram que é só o primeiro jogo, que eu saiba também era o primeiro jogo do Água Santa ou não?
    O que mais me preocupa é que renovaram com muitos desses jogadores para a série A1, só podem estar brincando.
    Realmente os otimistas de plantão sumiram?

  5. Obrigado, Thomazella! Se não fosse por você teríamos perdido por 3 ou 4 a zero. Perdemos para um time jovem, recém formado e com um treinador (bom) que acabou de chegar. Treinaram dois meses para mostrar isso, Sergião??? E o preparo físico que disseram “ser o ideal”???? E o tal de Richard, hein? Quem indicou, quem viu jogar? Apanha da bola, jogador de várzea. O Cesinha desaprendeu. Dupla de zaga perdida. Lamentável. Assim vai ser muito difícil. Não tem desculpa para este futebol pífio. Não há como defender o que vimos hoje.

  6. Futebol medíocre, com atacantes medíocres, que não irão fazer gols. O mais lamentável é que 3 meses se passaram e não contrataram um jogador de qualidade e os que ainda eram um pouquinho melhor foram emprestados. A sére A2 foi um acaso do futebol por serem os outros times ainda mais fracos ou não tiveram tanta sorte como a Portuguesa. Não é ser pessimista, todos viram que com esse ataque vai ser quase impossível vencer. E O GRAMADO? 3 MESES PARA REFORMAR E O QUE SE VIU ESTÁ UMA VERGONHA. ESPERO ESTAR ENGANADO MAS ESSA DIRETORIA ME PARECE FOGO DE PALHA!! QUEM QUER PROGREDIR E CRESCER E ADMINISTRAR BEM O FUTEBOL TEM QUE TER MUITO MAIS CAPACIDADE E CONHECIMENTO E SABER CONTRATAR CORFRETAMENTE PARA MELHORAR E FORTALECER O TIME!!! EU COMO TORCEDOR HÁ 72 ANOS NÃO CONSIGO ENTENDER A VISÃO E A COMPETÊNCIA DESSA DIRETORIA PRO FUTEBOL!!!!

Atenção: este é um espaço para debate saudável sobre a Portuguesa. Respeite os colegas rubro-verdes do site. Ofensas são proibidas e o comentário não será publicado.

Please enter your comment!
Please enter your name here