Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

A regra é clara. Trabalho quando é bom, quando é bem arquitetado costuma levantar a sobrancelha da vizinhança. Foi assim no passado, hoje em dia também é do mesmo jeito e será dessa maneira no futuro. Fez sucesso? Não tem jeito. Os mais próximos ficam curiosos para saber como a mágica se fez. Com Sérgio Soares, atual treinador da Portuguesa, e Toninho Cecílio, executivo de futebol da Lusa, não foi diferente.

LEIA TAMBÉM: Lusa termina 2ª rodada da Copa Paulista na vice-liderança

Grandes responsáveis por trazer a Portuguesa de volta à elite do futebol paulista, bem como em dar competitividade ao clube do Canindé, a dupla viveu na última semana o zum, zum de que o Santos Futebol Clube estaria interessado em ambos. No caso de Cecílio, o mistério logo se desfez, porque o Alvinegro Praiano escolheu outro rumo. Mas no caso de Soares a boataria ainda poderá rolar por mais algum tempo, afinal, o Santos está sem técnico temporariamente. 

Contudo, não há informação segura por ora se Sérgio Soares continua ou não na pauta do Santos. Também até o presente momento ninguém confirmou se houve proposta ou sondagem. Mas sinceramente tanto faz. 

A camisa listrada da Lusa chegou na NETLUSA Store. Garanta já a sua pelo melhor preço e com frete grátis

Tanto faz, porque o diz que me disse sobre Cecílio e Soares só mostra uma coisa: a volta aos trilhos da Portuguesa. Mesmo ainda sem divisão nacional, o que acredito vai se encerrar em 2022, a Lusa voltou a ser olhada, melhor, a ser enxergada. Porque vista ela era, mas não era mais percebida. 

E essa história Soares e Cecílio é só a primeira nota de uma sinfonia que a Lusa conhece bem. Qual seja? “Ah… Se deu certo na Lusa, onde o caldo sempre entorna (va), pode funcionar aqui também.”. Pode soar estranho, mas isso também é recuperação de prestígio. Ou seja, de fato, o caminho está bem desenhado. 

Muito embora fique a torcida para que Soares e Cecílio permaneçam à frente desse projeto até o fim dele, que é a divisão nacional e a manutenção na A1 do Paulista, é preciso ficar atento, porque o falatório não vai se restringir a esses dois. A base da Portuguesa começou a voltar a funcionar direito e a tendência é que a “conversa mole” comece a perambular também junto aos garotos. 

Dos nomes óbvios atualmente, o que mais chama atenção é o atacante Paraizo. Ainda bem que a turma da gestão, e Cecílio está nessa, já renovou o vínculo e o estendeu até 2024, porque o menino insinua ter talento. Rápido, dono de bom arremate, com recursos para sair da área, Paraizo não vai só construindo seu nome na atual categoria sub-20, vai se colocando à disposição de Soares também para um futuro próximo. 

E vamos combinar! Uma das portas de recuperação da Lusa no cenário nacional é a reativação de maneira eficiente das categorias de base. Se isso voltar a funcionar, essa dívida astronômica que se formou no Canindé logo se dissipará, porque os valores que os clubes europeus pagam por jogadores têm se mostrado cada vez maiores. 

Trocando em miúdos, se na semana passada o zum, zum sobrevoou a gestão de futebol, no futuro próximo poderá começar a cantar entre os jovens do elenco. E esse é um problema daqueles que pode se chamar de bom para lidar. Porque será um sinal cabal de que não só o passo está certo, mas como a reconstrução começa a dar frutos de fato e de direito. A Lusa está voltando e, pelo jeito, diferente. Diria, melhor.

* Maurício Capela é jornalista há 28 anos. Comentarista, já trabalhou em diversos veículos, como RedeTV!, 105 FM, Tropical FM, Veja, Valor, Gazeta Mercantil.

NETLUSA NAS REDES
Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

3 comentários

  1. Algo que entendo ajudar nessa recuperação da imagem, além dos citados nesta matéria, é a torcida. Uma maior presença de público nos jogos da Lusa nesta Copa Paulista vai sem dúvidas chamar a atenção da mídia, principalmente no Canindé. Já que a sinergia está boa, porque não um público regular de 5k pessoas nos jogos em casa? A Portuguesa só tem a ganhar com isso…

  2. Ótimo texto do Maurício Capela, como de costume, acertou na mosca! É bom repararem na Lusa, porque Ela está a fim de voltar a ocupar seu lugar de fato e de direito!!!
    Não importa a divisão…
    A Lusa está no meu coração!!!

Atenção: este é um espaço para debate saudável sobre a Portuguesa. Respeite os colegas rubro-verdes do site. Ofensas são proibidas e o comentário não será publicado.

Please enter your comment!
Please enter your name here