Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

Ainda estamos no meio da 1ª fase da Copa Paulista, mas o torcedor já sonha com uma possível final, que nos recolocaria no calendário nacional após passarmos 2022 em branco.

LEIA TAMBÉM: Venda de Bruno Duarte deve render cerca de R$ 30 mil à Lusa

Praticamente toda a torcida – eu incluso – aposta as fichas na Série D, uma chance de ter calendário ‘pra valer’ no 2º semestre de 2023 e ainda poder retomar uma estabilidade no Brasileirão, já que a Série C não se demonstra inteira a cada edição como faz a D.

Mas no meio de toda essa unanimidade, uma dúvida: e se a Lusa ficasse com a vaga na Copa do Brasil?

A camisa listrada da Lusa chegou na NETLUSA Store. Garanta já a sua pelo melhor preço e com frete grátis

Depois de muitos anos, 2023 marcará nosso retorno à elite do estadual de maior prestígio no país. Antes de pensar em qualquer coisa, nossa prioridade deve ser não cair de volta pra A2. E é justamente pensando nisso que a pergunta faz sentido.

Muitos jogadores que disputam o Paulistão conseguem vaga em times da Série B ou C no resto do ano. Logo, talvez a D não seja um chamariz tão interessante. Entre dois times com estrutura parecida e condições semelhantes no Paulistão, jogar a Copa do Brasil é um poder de barganha que pode fazer diferença.

Isso sem falar no valor das premiações. Claro que é difícil passar de fase na Copa do Brasil, mas os times que vão avançando conseguem quantias bastante significativas. Vencendo um ou dois jogos, já se conquista da federação um valor maior do que quem fica nas primeiras colocações na A1.

A vantagem da Série A1 é que não é necessário ser campeão pra garantir vaga na Série D. Como muitas equipes já têm vaga garantida em A, B e C, é comum que times que fiquem logo acima da zona de rebaixamento conquistem o direito de jogar a divisão nacional. Por isso, pensando a longo prazo, talvez seja melhor se garantir na A1 e jogar a quarta divisão com frequência, como tem feito a Ferroviária, por exemplo.

Em outras palavras, seria uma aposta mais concentrada em ter um primeiro semestre muito forte, pensando já em 2024, aí sim com o ano inteiro preenchido com A1 e Série D (e quem sabe até a Copa do Brasil de novo). Seria uma boa?

Claro que tudo isso passa por uma boa administração e até um pouco de sorte. O Marília, por exemplo, disputou a Copa do Brasil junto com a Série A3 em 2021. Nem subiu de divisão, e nem passou de fase. Ficou num 0 a 0 xoxo com o Criciúma, em jogo que sequer foi disputado diante de sua torcida.

Pessoalmente, continuo sendo ‘conservador’ nesse sentido. É melhor jogar a Série D o quanto antes, e priorizá-la com todas as nossas forças. Mas consigo ver o lado bom caso nos surgisse uma vaga na Copa do Brasil. E você, concorda?

* André Carlos Zorzi é jornalista, autor de “Para Nós És Sempre O Time Campeão – A Portuguesa de 1996” e coautor de “Lusa: 100 Anos de Amor e Luta”.

NETLUSA NAS REDES
Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

17 comentários

  1. Pegar uma vaga na copa do Brasil pra sermos eliminados na 1’ fase pelos Fast Clube, Floresta, Brasiliense da vida. Isso se não dermos a gigante sorte de pegar um “Flamengo” que COMPETE a Libertadores e ainda tomar uns 8, em ambos os casos, um vexame nacional de se aplaudir. Dizer que a copa do Brasil da vaga na libertadores como argumento é algo digno de conto de fadas, ou seja, ilusório. Um passo de cada vez.

    • Primeiro de tudo temos que ganhar a copa Paulista depois sim escolher não adianta nada ficar escolhendo sem ganhar não sabemos se vamos ganhar a copa Paulista vamos passo a passo

  2. Pra Lusa, nem pensar em copa do Brasil ! Não tem bala pra montar elenco para esse torneio.
    Passos curtos e firmes! Série D é o caminho que tem que ser planejado e conquistado.

  3. Não conheço o regulamento, mas uma boa campanha na A1 não garantiria uma vaga na série D já em 2023? Porque sendo bem sincero, fora os grandes, não vejo tanta diferença técnica entre A1 e A2. É tudo terra de cego…

  4. Como no mercado financeiro, tudo depende do planejamento. Um investidor muito bom/ grande e que pensa no longo prazo, montaria um time forte para o Paulistão para ficar no mínimo entre os primeiros. O que garante vaga na D sem precisar dessa C. Paulista. Sendo assim, a Copa do Brasil seria mais interessante, porque teríamos um time forte. Financeiramente seria bom tbm. Times pequenos como o Paulista e o Sto André fizeram isso e levaram a taça. Disputaram a liberta, etc.

    Mas como sempre pensamos pequeno e pelo jeito o time do paulistão será para não cair, lamentasse o torcedor lusitano que sempre se contentou com migalhas.

  5. O futuro da Lusa está no time que disputará o Paulistão 23. Se o time for forte, é inteligente a Copa do Brasil (assim como fizeram os pequenos Santo André e Paulista que ganharam e foram para liberta) pois significa que entraremos para brigar pelo título paulista que não ganhamos desde 73. Mesmo não ganhando, uma boa colocação garante a D em 24, sem Copa Paulista. Isso é planejamento inteligente. Se o time do paulista for fraco, o da séria de D tbm será. Ganhar a Copa Paulista 22 e ir com time meia boca ano que vem, significa rebaixamento na A1 e a não classificação para C, de novo, e volta a ficar sem divisão nacional. E como estamos acostumados a pensar pequeno, o cenário mais provável é esse último. Triste.

  6. Primeiro precisa montar um time pra disputar o paulistão e ficar entre os 10 primeiros. O restante vem como consequência… Série D, copa do Brasil e vai crescendo.
    Copa Paulista é só pra manter atividade agora, mas pelo nível do torneio dá pra ganhar.

Atenção: este é um espaço para debate saudável sobre a Portuguesa. Respeite os colegas rubro-verdes do site. Ofensas são proibidas e o comentário não será publicado.

Please enter your comment!
Please enter your name here