Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

Mesmo com a derrota para o Caxias-RS no jogo de ida, o técnico da Portuguesa, Fernando Marchiori, ainda não jogou a toalha em relação à vaga nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. O treinador tem o segredo para a Lusa reverter a desvantagem na partida de volta da segunda fase.

“É trabalhar. Eles (jogadores) sabem que mata-mata são 180 minutos, esse foi o primeiro tempo. É levarmos com muita tranquilidade. Sabemos que vamos encontrar, como encontramos aqui, um grande adversário, que tem um jogo aéreo muito forte. São três, quatro zagueiros torres que eles têm. Sabemos que é jogo assim, competitivo. É descansar, termos um bom retorno, uma boa semana, e aí vamos impor um ritmo forte para tentar reverter esse resultado. É um grande clube que nós enfrentamos”, destacou.

A partida de volta será neste sábado, 18, às 16h, no estádio do Canindé, casa lusitana. Para atingir o objetivo, o técnico pediu união, inclusive dos torcedores, para que todos acreditem na classificação. Fernando Marchiori também ressaltou a dificuldade que vai ser, mas que a classificação ainda está em aberto, e voltou a exaltar o desempenho da Lusa no jogo de ida.

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Telegram e YouTube

“Precisa ter [união de] todos. Torcida, todo mundo. Todos apoiando, incentivando. Está em aberto, sabíamos que mata-mata é assim, que não tem jogo fácil e fizemos um grande jogo aqui (estádio Centenário). Reitero aqui, apesar do resultado, a gente não pode trabalhar em cima dele. Temos que ser frios e trabalhar em cima do que foi a partida e, em cima disso, o time se portou muito bem. Teve um volume de jogo muito grande, teve ataque por ambos os lados, tivemos uma consciência de jogo muito grande perante um grande adversário”, ressaltou o técnico.

NÃO DEMOROU?

Outro ponto abordado por Fernando Marchiori foi sobre a entrada de Caio Mancha no segundo tempo. Ele descartou que tenha demorado para colocar um atacante em campo, alegando que foi na “hora certa” e que o jogador conseguiu cumprir a sua função dentro do que foi proposto. O comandante ainda exaltou a atuação de Ermínio e reforçou o que pensa sobre o desempenho lusitano.

“Ele (Caio Mancha) entrou na hora certa, no momento certo. Exploramos, fez o que ele é forte e tinha que fazer aquilo e fez aquilo (sic). O Ermínio fez um puta de um trabalho também, atirando, apertando, brigando, impondo velocidade. Tudo foi de acordo e não é por conta, reitero, do resultado que as coisas não foram bem. Não! Pelo contrário. O time jogou demais hoje (domingo)”, concluiu o comandante.

Com a derrota, a Portuguesa, agora em seus domínios, precisará vencer o Caxias por dois gols de diferença se quiser avançar de forma direta às oitavas de final da Série D. Como não tem vantagem de gol fora, qualquer triunfo lusitano por um gol de diferença levará a decisão da vaga para os pênaltis. Em caso de empate ou nova derrota da Lusa, quem avançará é o adversário.

Notícia anteriorMarchiori valoriza desempenho da Lusa apesar da derrota: “Se portou de maneira brilhante”
Próxima notíciaUniformizada da Lusa critica Marchiori após derrota: “Covarde e medroso”

5 COMENTÁRIOS

  1. O time medíocre esse da nossa Lusa hein. Na semana passa eu tinha alertado para não ir jogar retrancado lá em Caxias, mas nosso treinador cabeça de ovo e comedor de pizza fez tudo ao contrário. Escalar Walfrido meu Deus, apesar que todos foram péssimos dos péssimos. Vamos aguardar o sofrimento no Canindé agora. Time lazarento e treinador desgraçado é o que tenho a dizer.

  2. Prometo nunca mais xingar o Caio Mancha enquanto o Fernando Marchiori for técnico. O centroavante joga isolado no meio, muitas vezes brigando com três zagueiros, não tem uma jogada de infiltração , ninguém encosta… Não tem culpa de participar pouco do jogo. Tanto o Caio Mancha, quanto o Ermínio ou o Tito (“centravante que não faz gol”) só recebem bolas tortas e tem que marcar a saída de bola. O mesmo vale para os meias. O Raphael Luz caiu de produção quando Marchiori botou três zagueiro e o jogou para a ponta direita Agora ele fez o mesmo com o Danilo Pereira para colocar três volantes. Ele acaba com o potencial dos atletas os escalando em lugares onde eles rendem menos (vale também para o Lucas Douglas atuando do lado contrário). É um “treinador” muito ruim. Serve para Copa Paulista e olhe lá.

  3. Pessoal, lendo todos os comentários. Eu quero que esse clube va para pqp. Eu não me conformo as besteiras que esse babaca fala. Ele está assistindo jogos totalmente diferente do que estamos assistindo. Eu quero que não avancem na competição. Vai mexer com a inteligência de outro trouxa. Estupidez chegou e parou aí com esse cara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here