Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

Enquanto dentro de campo a Portuguesa empatou por 1 a 1 com o São Bernardo, fora de campo uma boa notícia. A Justiça suspendeu o novo leilão do terreno do estádio do Canindé.

LEIA MAIS:
Suspenso, Diego Jussani desfalca a Lusa diante do Monte Azul
Palco de jogo contra o Monte Azul será inédito para a Portuguesa
Marchiori reclama de gol anulado e descarta saída da Portuguesa

O departamento jurídico da Lusa entrou na Justiça pedindo o cancelamento do leilão. O juiz Guilherme Ferfoglia Gomes Dias realizou a suspensão “diante das alegações do executado quanto a eventual nulidade do edital”.

A área do terreno que estava em leilão inclui arquibancada, vestiário, ginásio poliesportivo, área de circulação, espaço onde ficava o parque aquático e o salão comercial, totalizando 42.350m2.

Apesar de o processo ser cível – e não trabalhista -, ele envolvia ex-atletas do clube, como Ailton Delfino, Ricardo Oliveira, Rogério Pinheiro e Bruno Piñatares, além de conselheiros, como Carlos Alberto Duque. Vale destacar que o acordo que a diretoria da Lusa realizou com o TRT engloba somente os processos trabalhistas.

Esse foi o segundo leilão do Canindé a ser suspenso recentemente. No último dia 30, a Justiça suspendeu o leilão da área do terreno onde fica a sede da torcida Leões da Fabulosa e as quadras de bocha.

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

Notícia anteriorPortuguesa apenas empata e fica no limite da zona de rebaixamento
Próxima notíciaMarchiori reclama de gol anulado e descarta saída da Portuguesa

3 COMENTÁRIOS

  1. Pelo menos uma boa notícia: leilão suspenso. Dentro do campo aquele “show de horrores” habitual. Ouve o grito da torcida, Castanheira! Leia as discussões aqui no Netlusa. Algo apresentado pela galera pode te trazer alguma ideia nova. O tempo está passando e do jeito que está não da para ficar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here