Yan comemora gol sobre o Avaí (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)
Yan comemora gol sobre o Avaí (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Com emoção até o último segundo, a Portuguesa venceu o Avaí por 2 a 1, com gols de Yan e Carlos Henrique, resultado que a classificou à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

LEIA TAMBÉM: De longe, Sérgio Soares exalta atuação da Lusa contra o Palmeiras

A partida aconteceu no Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos. Não foi fácil, e o placar indica isso. A equipe lusitana chegou a abrir 2 a 0, mas o Leão Catarinense diminuiu e correu atrás do prejuízo até o último instante.

Anteriormente, a Portuguesa avançou com a 2ª colocação do Grupo 25, com 4 pontos somados. Na estreia empatou por 0 a 0 com o União Mogi, depois foi derrotado por 2 a 1 pelo Internacional, e venceu o São Raimundo-RR por 1 a 0.

A camisa listrada da Lusa chegou na NETLUSA Store. Garanta já a sua pelo melhor preço e com frete grátis

O adversário da equipe lusitana será o próprio Inter, que derrotou o Flamengo-SP por 3 a 0, no Estádio Municipal Francisco Ribeiro Nogueira, em Mogi das Cruzes. Inclusive, foi lá onde a Lusa jogou na primeira fase.

O JOGO

A partida começou com um grande equilíbrio entre as equipes, bastante amarrado. Nos primeiros 5 minutos, o Avaí teve mais volume no ataque, mas não conseguiu levar muito perigo, enquanto a Lusa tentava chegar. Chegando nos 20, o cenário ainda se mostrava o mesmo, com os times tentando chegar na frente, mas com as marcações levando a melhor. Porém, o adversário mostrava mais perigo.

Em cobrança de escanteio pela esquerda aos 21, o Avaí conseguiu chegar de cabeça, mas a bola foi para fora. Aos 24 minutos, a Lusa ganhou uma falta boa pela esquerda, mas Robert cobrou para fora. Ele tentou surpreender o goleiro, que esperava um cruzamento na área. Com 26 no relógio, foi a vez dos catarinenses de ter uma falta perigosa, pelo lado direito de ataque, mas a cobrança parou na defesa lusitana.

Com 32 no cronômetro, Yan recebeu dentro da área, mas chutou por cima da meta de João Vitor. No minuto seguinte, Robert teve uma chance pela esquerda e arrumou um escanteio. Na cobrança, a bola ficou rondando a defesa do Avaí, a Portuguesa tentou concluir, mas não conseguiu. Aos 37, Hudson cruzou a bola na área e Yan cabeceou por cima do gol, a equipe lusitana começando a dominar as ações do confronto.

Gustavo recebeu a bola na intermediário, finalizou ao gol, mas Luiz Vitor defendeu sem problemas, isso aos 42 minutos. Robert fez uma boa jogada pela esquerda, tentou passar pela defesa, mas foi derrubado dentro da área. O árbitro marcou pênalti, aos 46 minutos. Gol da Lusa! O atacante foi para cobrança e mandou no canto esquerdo do arqueiro, abrindo o placar: 1 a 0. Logo na seguida, o primeiro tempo foi encerrado.

Na volta do intervalo, Alan Dotti não promoveu nenhuma alteração e os 11 iniciais voltaram ao campo. Precisando correr atrás do prejuízo, o Leão Catarinense se jogou ao ataque nos primeiros minutos da segundo etapa. Enquanto isso, a Lusa se postou para sair nos contra-ataques. Aos 10 minutos, Allan recebeu pela direita e arriscou de muito longe, levando um pouco de perigo ao goleiro adversário.

Com 12 no relógio, o Avaí ganhou uma falta perigosa pelo lado esquerdo. Na cobrança, Gustavo mandou para fora. Já no lance seguinte, a equipe azul voltou a chegar com perigo, em jogada de Modesto, e a bola saiu para escanteio. Com 18, Diego chutou de fora da área, a bola desviou na defesa e quase surpreendeu Luiz Vitor. Na sequência, os catarinenses continuaram levando perigo à meta lusitana, em busca do empate.

A Portuguesa voltou ao ataque com 20 no cronômetro, primeiro com Luãn e depois com Hudson, na segunda chegando perto de marcar mais uma vez. Aos 23, o técnico da Lusa promoveu três mudanças, com as entradas de Rickson, Deivid e Nicolas Matheus, e saídas de Robert, Gabriel Ramos e Allan, nessa ordem. Com 26 no relógio, a Portuguesa ganhou uma falta muito perigosa quase na entrada da área. Na cobrança, Rickson carimbou a barreira.

Que perigo! Aos 29 minutos, a bola ficou sobrando na área lusitana, modesto finalizou com força e Nicolas Matheus evitou o gol em cima da linha. Logo na sequência, Gustavo teve uma boa chance de cabeça e quase marcou. Aos 31, Alan Dotti colocou em campo João Victor no lugar de Yan. Gol da Lusa! Em contra-ataque fulminante, Carlos Henrique atravessou o campo adversário, passou pelo zagueiro e ampliou para a Lusa: 2 a 0.

Com o resultado, o Avaí partiu de vez para o campo de ataque, na base do desespero, enquanto a equipe lusitana, tranquila, se segurava. Aos 41 minutos, o Avaí conseguiu diminuir o placar com Adiel: 2 a 1. Portanto, era promessa de emoção até o último minuto da partida. Com 44 no cronômetro, a Lusa ganhou um escanteio pela esquerda, mas não deu em nada. Nos minutos finais, os catarinenses foram com tudo na frente, mas o árbitro encerrou o jogo aos 51 minutos. Portuguesa classificada!

FICHA TÉCNICA

Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos, São Paulo

Segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior

ESCALAÇÕES

PORTUGUESA:  Luiz Vitor; Gustavo Talles, Marcão, Walison e Carlos Henrique; Hudson, Gabriel Ramos (Nicolas Matheus), e Allan (Deivid); Robert (Rickson), Yan e Luãn.
Técnico: Alan Dotti

AVAÍ: João Vitor, Igor Dutra (Thiago Magno), Raul, Luiz Gustavo (Vynicius) e Tonhão; Macaé, Diego, Andrey (Igor Martins) e Modesto; Gustavo e Adiel.
Técnico: Fabinho Cunha

ARBITRAGEM

O jogo foi apitado por Ricardo Bittencourt da Silva, auxiliado por Ricardo Luis Buzzi e Adilson Anderson Rosa de Carvalho, os bandeirinhas, além de José Cláudio Ribeiro da Silva, como quarto árbitro.

NETLUSA NAS REDES
Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube!

5 comentários

Atenção: este é um espaço para debate saudável sobre a Portuguesa. Respeite os colegas rubro-verdes do site. Ofensas são proibidas e o comentário não será publicado.

Please enter your comment!
Please enter your name here