Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

O atacante Anderson Cavalo está à disposição do técnico Vica para a sequência da Série A2. O jogador da Portuguesa foi julgado na noite da última segunda-feira, pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), por causa da expulsão diante da Inter de Limeira, e está livre para atuar.

O tribunal apenas advertiu o camisa 9 com base no artigo 258,§ 1º, que diz que “é facultado ao órgão judicante substituir a pena de suspensão pela de advertência se a infração for de pequena gravidade”. A pena poderia chegar a seis partidas.

Como foi apenas advertido, Cavalo está mais que confirmado na equipe titular da Lusa para enfrentar o Rio Claro, neste sábado, no Augusto Schmidt Filho.

Barros liberado

Enquanto o atacante recebeu uma advertência, o presidente Alexandre Barros foi absolvido por ter invadido o vestiário da arbitragem no mesmo jogo e reclamado de alguns lances.