Foto: Everton Calício/Portuguesa

Um dos destaques da Portuguesa na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, o zagueiro Brunetti conseguiu a sua liberação do clube na Justiça. A informação foi divulgada pelo Futebol Interior.

O jogador entrou com uma ação contra a Lusa por falta de pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Depois de grande imbróglio, o defensor conseguiu rescindir o contrato através de sentença assinada pela juíza Anna Karenina Mendes Gães.

Brunetti foi o capitão da Lusa na Copinha e ajudou a equipe rubro-verde a chegar à semifinal da competição, sendo eliminada pelo Flamengo. O sucesso do zagueiro despertou o interesse de outros clubes.

“Queríamos propor um acordo, cedendo uma porcentagem de 50% à Portuguesa, deixando assim o clube bem amparado em caso de negociação do Brunetti. No entanto, o presidente (Alexandre Barros) nunca se mostrou muito favorável, mesmo sendo algo positivo para o clube”, disse Luciano Brunetti, irmão e representante do atleta, à publicação.

“Um tempo depois, fomos chamados ao clube, fizemos um acordo verbal de liberação do Brunetti, apertamos as mãos, prometemos a nossa intenção de deixar o clube com 50% dos direitos do atleta, mas infelizmente isso nunca aconteceu. Algumas notícias falsas, inclusive, dizendo que havíamos perdido na justiça, foram veiculadas. O Brunetti foi ao clube apenas um dia, mas visto que eles não iriam cumprir o acordado, parou novamente”, concluiu.

Até a finalização desta matéria, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não havia publicado a rescisão de contrato do jogador. Caso a tutela antecipada seja de fato conquistada por Brunetti, a entidade máxima do futebol brasileiro anunciará o fim do vínculo nos próximos dias.

LUSA EM PRIMEIRA MÃO
Clique no sino, do lado direito, e ative as notificações para receber tudo sobre a Portuguesa no seu celular ou computador.

Parceiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here