Foto: Divulgação/Portuguesa

A Portuguesa confirmou no início da tarde desta sexta-feira a contratação de Alan Dotti. O treinador vai comandar a Lusa na Copa São Paulo Júnior. A chegada de Dotti já havia sido noticiada pelo NETLUSA na manhã desta sexta-feira.

O profissional tem 44 anos e foi zagueiro. Como jogador, atuou em clubes de pouca expressão e se aposentou em 2006. Sua trajetória no banco de reservas começou em 2014, como auxiliar-técnico do Confiança-SE. Depois, na mesma função, passou por Sampaio Corrêa-MA, ASA-AL, Santo André, Ferroviária, Santo André e São Bento. No site oGol, não consta experiências nas categorias de base.

Curiosamente, Dotti já foi treinador da Portuguesa por um dia – literalmente. Em fevereiro de 2019, o técnico Paulo Roberto Santos acertou com a Lusa para a sequência do Campeonato Paulista, mas quem dirigiu a equipe na primeira partida, contra o Penapolense, foi o seu auxiliar, justamente Alan Dotti.

> Apoie o NETLUSA e tenha benefícios exclusivos! <

Enquanto acompanhou a partida nas tribunas do estádio do Canindé, o experiente treinador viu a Portuguesa perder por 3 a 2. A derrota e o momento conturbado do clube fizeram o Paulo Roberto Santos desistir do acordo. Com isso, Dotti também saiu.

A Lusa realizará alguns jogos-treino nos próximos dias. O objetivo é buscar potenciais reforços para a Copa São Paulo. A Federação Paulista de Futebol ainda não divulgou as datas, horários e locais das partidas. O NETLUSA, no entanto, apurou que o Canindé não deverá ser sede em 2022.

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Telegram e YouTube

4 COMENTÁRIOS

  1. E inacreditável, a mediocridade crônica que se instalou na Portuguesa e parece não ter mais fim. Só contratam profissionais sem nenhuma expressão tanto no profissional como na base.

    Como esperar um time forte e competitivo com profissionais meia boca e jogadores apadrinhados sem nenhuma qualidade técnica para enfrentar uma série A2 do paulista.
    Não é possível continuar com essa visão no futebol. Falta dinheiro? Pode ser, mas falta muito mais competência e conhecimento de futebol. Errar uma vez, pode ser, mas continuar errando várias vezes seguidas é o cúmulo da mediocridade que os dirigentes da Portuguesa assumiram no futebol.

  2. Com essa mentalidade e visão no futebol, jamais voltaremos a disputar campeonatos ou torneios de expressão no futebol paulista e brasileiro. Ficaremos no ostracismo até quando?

    Precisamos de Diretores, gerentes, técnicos e jogadores com qualidade e conhecimento de futebol e mentalidade vencedora .

    A nossa torcida não aguenta mais TANTA INCOMPETÊNCIA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here