(Foto: Renato Silvestre)

Por Lucas Ventura, do Portal da Band

A Portuguesa parece ter encontrado uma forma para solucionar os seus problemas financeiros, pelo menos a curto prazo. Atolado em dívidas, o clube do Canindé estuda uma parceria com o Grêmio Osasco Audax para a Série C do Campeonato Brasileiro.

> Apoie o NETLUSA e tenha benefícios exclusivos! <

Veja também:
EXCLUSIVO! Sem receber, Jussa deixa a Lusa e acerta com o Vasco

De acordo com o que apurou a reportagem do Portal da Band, o Audax mandaria à Lusa 20 atletas sem custos ao clube. O técnico Fernando Diniz, além de uma quantia mensal de R$ 400 mil e patrocínios da camisa, também seriam repassados à equipe rubro-verde.

O contrato de maior parte do elenco da Portuguesa se encerra nos próximos dias. Com isso, permaneceriam por volta de dez atletas, que, somados aos 20 do Audax, formariam o elenco luso.

“É uma situação que envolve duas partes. Houve um primeiro contato e estamos esperamos para dar continuidade”, disse o presidente da Lusa, Jorge Manuel Gonçalves, ao Portal da Band.

“A intenção é voltar a se falar nos próximos dias”, complementou o mandatário rubro-verde.

Contudo, Jorge Manuel confirmou que não irá se desfazer do técnico Júnior Lopes, contratado na última semana, para a chegada de Diniz. “Tudo segue da mesma forma”.

Apesar das conversas…

No entanto, se por um lado há a confirmação de uma conversa, do outro, existe a certeza de que não terá negócio. O presidente do Audax, Marcos André Batista, o Vampeta, negou de forma veemente qualquer tipo de acerto com a Lusa. “Não procede essa informação. Não procede”, avalizou.

Depois de disputar o Campeonato Paulista, o Grêmio Osasco Audax não terá outras competições na temporada, já que não deverá participar da Copa Paulista. Mesmo assim, a parceria não será fechada. É o que garante Vampeta.

“Não teve conversa, nem nada. O Audax é o Audax e a Portuguesa é a Portuguesa”, bradou.

O Portal da Band apurou que, com as especulações dando como certo o negócio com a Lusa, muitos atletas do Audax chegaram a comemorar a chance de jogar novamente a Série C do Campeonato Brasileiro. No último ano, o elenco disputou a competição com a camisa do Guaratinguetá.

Segundo algumas fontes do Portal da Band, o principal empecilho para o acordo não ser finalizado foi a imposição do Audax para Fernando Diniz comandar a Portuguesa, o que não foi visto com bons olhos pela diretoria rubro-verde. Júnior Lopes, contratado recentemente, tem o respaldo dos dirigentes do clube.

O Grêmio Osasco Audax fez boa campanha no Campeonato Paulista, terminando a competição na terceira colocação do Grupo 2, com 22 pontos conquistados.

Foto: Renato Silvestre

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Telegram e YouTube

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here