Foto: Thiago Bernardes/UOL

O zagueiro Domingos se reuniu com a diretoria da Portuguesa, na última quarta-feira, conforme noticiado pelo NETLUSA, e gostou do que ouviu. O jogador, no entanto, tenta adiar um acordo com o futebol do exterior para fechar com a Lusa.

O defensor, de 33 anos, recebeu uma proposta do futebol do Irã, ainda quando atuava pela Aparecidense-GO. Entretanto, ele tenta convencer os dirigentes a postergar a apresentação no clube iraniano.

“Estou vendo com os dirigentes de lá (do Irã) se eu não posso ir só em abril, porque a temporada só começa na próxima janela. Eles querem que eu vá agora para fazer os exames e assinar o pré-contrato. O meu advogado está tentando adiar para abril, porque aí eu jogo esses seis jogos pela Portuguesa. Se classificar, eu fico até maio e depois vou”, disse ao NETLUSA.

Domingos revelou a conversa que teve com os dirigentes da Portuguesa e voltou a ressaltar a vontade de vestir novamente a camisa rubro-verde.

“Subi para São Paulo para conversar com o André Heleno (vice-presidente de futebol) e o Alexandre Barros (presidente), eles fizeram a proposta e eu voltei para Santos para conversar com a minha esposa, porque ela não quer ir para o Irã por causa de problemas pessoais”, contou.

“A proposta da Portuguesa está de acordo com aquilo que ela pode pagar. Eles foram transparentes, e eu também não penso em dinheiro. Penso em fazer o trabalho que sempre fiz. O meu desejo e sonho é voltar a vestir a camisa da Lusa”, complementou.

A Portuguesa precisa correr contra o tempo para contratar o jogador. Isso porque as inscrições para a primeira fase da Série A2 vão somente até esta sexta-feira. Vale ressaltar que a Lusa tem apenas quatro vagas para novos atletas.