Foto: Divulgação/Portuguesa

O zagueiro Luan Peres entrou com ação contra a Portuguesa exigindo a rescisão do seu contrato com o clube do Canindé, que é válido até junho de 2018. A informação foi apurada pelo Portal NETLUSA.

LEIA MAIS:
Candidato à presidência promete contratar jogador da Liga dos Campeões

Confira fotos das gatas que já representaram a Lusa em concursos
Veja os famosos que torcem para a Lusa

O valor pedido pelo defensor rubro-verde é de R$ 265.248,86, que inclui dois meses de salários atrasados, sete direitos de imagem, 13º (três anos), três férias, FGTS e cláusula compensatória desportiva (salários que receberia até o fim do contrato).

Na ação, Luan e o seu advogado exigem a rescisão imediata do contrato com base no atraso superior há três meses, conforme o artigo 31 da Lei Pelé e 483, “d” da CLT.

Caso a Lusa seja condenada, será o terceiro processo em dois meses com ex-jogador, que obrigará o clube a desembolsar grande quantia. Antes, Romão ganhou ação de mais de meio milhão, enquanto Leo Costa terá de receber R$ 400 mil.

Revelado nas categorias de base da Portuguesa, Luan Peres assumiu a titularidade durante a Série C do último ano. No entanto, as más atuações na Série A2 desta temporada o colocou no banco de reservas.