Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

Com mais uma vitória, desta vez por 3 a 2, a Portuguesa se sagrou campeã da Copa Paulista nesta quarta-feira (23). O time dominou a partida, não administrou a vantagem e superou o Marília novamente. Adilson Bahia, de pênalti, anotou o primeiro e virou artilheiro do torneio. Geovani e Raphael Luz, na segunda etapa, completaram a festa.

Com o título, a Portuguesa garante uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2021. A última vez que a Lusa esteve no torneio foi em 2017. E, a última vez que o clube tinha erguido a taça dourada foi na Série A2 de 2013.


Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

O jogo

Sem querer saber da vantagem do empate, a Rubro-Verde começou controlando a partida. Logo aos cinco minutos, Geovani bateu a falta para área e, no bate-rebate, o ataque da Lusa finaliza duas vezes em cima da defesa. Um minuto depois, Maykinho bateu firme, mas o zagueiro conseguiu desviar. A pressão inicial ainda teve uma boa chance de Magrão, após o desvio de Caíque na cobrança de falta. No entanto, ele foi travado por Diogo Calixto no momento da conclusão.

A Portuguesa seguiu melhor no jogo e pouco era ameaçada. Aos 23, quando Maykinho recebeu lindo de passe de Bahia pela esquerda e entrou com velocidade na área, mas o goleiro conseguiu desviar para escanteio. Os visitantes apostas em chutes de longa distância para tentar um contragolpe. A primeira finalização veio com Nescau aos 29 minutos, no entanto, sem perigo para Dheimison.

De tanto insistir, a Lusa conseguiu abrir o placar aos 36 minutos. Raphael Luz passou por trás da zaga e recebeu na área, sendo tocado por Geninho. Na cobrança do pênalti, Adilson Bahia bateu alto e forte no canto esquerdo do goleiro e se tornou o artilheiro do torneio, ao lado de Nescau.

Um minuto depois, Luz foi novamente derrubado na área, mas desta vez nada foi marcado. O lance gerou reclamações de ambas as comissões técnicas e fez o clima esquentar, tanto dentro como fora do gramado. Nos últimos 10 minutos, foram quatro cartões amarelos distribuídos, dois para cada lado.

Segundo tempo

Enquanto a Rubro-Verde voltou igual para a segunda etapa, o técnico Guilherme Alves botou o Marília para frente. O comandante sacou o zagueiro Arthur Gaúcho para a entrada do atacante Lucas Lino.

No entanto, quem continuou tendo mais chances foi a Portuguesa, que acertou a trave duas vezes: com Jussani, de cabeça, aos cinco minutos e Adilson Bahia, em um chute forte, aos oito.

A pressão deu resultado aos 13, em bela jogada de Geovani. Após troca de passes, ele passou entre dois defensores, limpou e bateu firme de fora de área no canto, sem chances para o arqueiro. Contudo, no minuto seguinte, Léo Couto achou um chute de rara felicidade de longe da área. A bola tocou no travessão, pingou dentro do gol e saiu.

Para não deixar o Marília se empolgar na partida, a Rubro-Verde foi inteligente e eficaz no contragolpe. Em velocidade, o time desceu ao campo ofensivo e Jussani, como se fosse um camisa 10, recebeu da esquerda fora da área e encontrou Raphael Luz, que entrou solitário na área. Ele ainda ganhou a divida com o arqueiro, antes de ficar com a bola para estufar a rede.

O terceiro gol destruiu o ímpeto dos visitantes. Com a desvantagem, o time visitante se entregou no campo. A Lusa fez uma série de mudanças, valorizando todo o elenco E sofreu um gol aos 37 minutos. Mas, sinceramente, nada mais importava. A PORTUGUESA VOLTA A SER CAMPEÃ APÓS SETE ANOS E ESTÁ DE VOLTA À SÉRIE D.

Ficha técnica
Portuguesa 3 x 2 Marília

Final da Copa Paulista – Jogo de volta
23/12/2020 – 19h
Estádio Oswaldo Teixeira Duarte, o Canindé, em São Paulo.

Portuguesa: Dheimison; Jefferson Feijão, Diego Jussani, Willian Magrão e Vinícius Silva; Caíque, Walfrido (Fabrício 18’/2ºT) e Raphael Luz (Rafael Toledo 26’/2ºT); Geovani (Joãozinho 26/2ºT), Maykinho (Lucas Douglas 26’/2ºT) e Adilson Bahia. Técnico: Genilson França.

Marília: Igor Castro; Denis Leite (Bruno Oliveira 29’/2ºT), Geninho, Arthur Gaúcho (Lucas Lino 0’/2ºT) e Calixto; Felipe Cordeiro (Dionathan 10’/2ºT), Léo Couto (Eric Di Maria 29’/2ºT) e Luan Gama; Junior Santos, Nescau e Orlando Jr. Técnico: Guilherme Alves.

Cartões amarelos: Geovani (40’/1ºT), Maykinho (42’/1ºT) para a Portuguesa; Junior Santos (13’/1ºT) e Arthur Gaúcho (47’/1ºT) para o Marília.

Árbitro: José Claudio Rocha Filho.
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Amanda Pinto Matias.

13 COMENTÁRIOS

  1. 2021 estamos na série D. Para muitos pode parecer nada mas somente nós, torcedores da Lusa sabemos que se trata do ressurgimento de nosso time. Quem sabe seja o inicio de anos melhores né. Parabéns Lusa.

  2. É um primeiro passo. Trabalho bem feito, tem resultado. Planejamento trás resultado. Que tenhamos um bom planejamento para a série a2, pois é fundamental subir no estadual e conquistar as vagas nacionais mais facilmente. E a série d é briga de foice no escuro. Melhorou muito, tem mais rodadas na primeira fase, mas ainda é muito difícil. É de suma importância subir para a série C, pois a terceira divisão garante a vaga pro ano seguinte. Planejar, planejar e planejar. Esse é o segredo. Parabéns a quem viu o geovani jogando e o trouxe pro canindé, quem convenceu o jussani e o sacoman a vir jogar copa Paulista, a quem trouxe o dheimisson, muito bom goleiro. Um Natal em paz, finalmente. Abraços a todos

  3. Que felicidade galera lusitana !
    Vamos comemorar muito porque merecemos!
    Parabéns a diretoria, comissão técnica e jogadores que honraram a camisa e a tradição rubro verde !
    Muita felicidade

  4. Parabéns lusa o clube mais simpático de São Paulo conquista um troféu importante, só esperamos que não sejamos tão prejudicado pelas arbitragens como aconteceu nos últimos anos

  5. O time está muito bom!! Atletas de responsabilidade que honraram como poucos a camisa da lusa!!!
    Tem que manter muitos desses jogadores pra 2021, e TB a comissão técnica!!!
    Focados do jeito que estão e jogando desse jeito, em 2021 vamos subir no Paulista e pra série C !!!
    Feliz natal a todos!!!!

  6. Copa Paulista não deveria representar nada para um clube tão tradicional como a nossa LUSA. Muito mais do que a vitória esportiva, representa a vitória sobre a ganância, incompetência, roubalheira. Vitória contra dirigentes mal intencionados, federação, CBF e times incapazes e antidesportivos.
    Esta copa Paulista representará uma nova Portuguesa, uma nova forma de gestão, um novo clube, com novos torcedores, afinal a torcida foi grande e não só por corações Lusitanos!!!
    Avante Lusa que te queremos grande novamente, mas com muito trabalho e honestidade!!!!

  7. Parabéns aos atletas…a comissão técnica….a diretoria que mostrou que tinha mesmo capacidade de fazer um trabalho bem melhor do que vinha acontecendo nos ultimos anos…e principalmente esta maravilhosa torcida da Lusa que sofreu demais nestes ultimos anos…o time sem calendário…sem jogar meses seguidos…literalmente jogada ao relento ali estava a Lusa…mas muitos resistiram…acreditaram…fizeram de tudo para a chama permanecer…quem é Lusa de verdade sabe do que estou falando ..mas graças a Deus, veio esta nova diretoria com mais organizaçao mais foco e dentro da realidade nos dá este presente no ano do centenário…agora o caminho esta ai e todos que acreditaram e ajudaram nesta vitória precisamos nos doar mais um pouquinho para ajudar nesta nova etapa..a direçao vai precisar e se nós queremos o caminho é este a seguir…a felicidade e grande mas a vontade de avançar mais …maior ainda….sou de longe MG mas deixo a dica pra aqueles que ainda se mantem divididos que a Lusa precisa de todos e a fortaleza maior chegara com a união de quem de verdade ama este clube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here