Vinicius Silva e Raphael Luz comemoram gol da Portuguesa (Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA)

Dona da melhor campanha da primeira fase, Portuguesa segue em alta na Copa Paulista. Mesmo fora de casa, a equipe largou na frente do Nacional por uma vaga nas quartas de final do torneio. Com o gol de Raphael Luz, aos 25 minutos da segunda etapa, o time venceu por 1 a 0 e encaminhou a classificação.

O jogo de volta acontece nesta quarta-feira (2), às 15h, no Canindé. A Lusa se classifica em caso de vitória ou um empate. Caso perca por um gol, o classificado será definido nos pênaltis. Para o Nacional, resta vencer por dois ou mais gols. O NETLUSA transmite a partida com narração de Gomão Ribeiro.

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

O jogo

Como alertado antes do jogo, a situação do gramado não iria ajudar muito o desenvolvimento de um bom jogo. Então, restou a Lusa tentar jogar mais pelo alto, maneira em que conseguiu sua primeira chegada, aos 2 minutos, com Raphael Luz. Aos 8, após cobrança de escanteio pela direita, Lucas Douglas desperdiçou uma chance clara. A bola passou por todos na área e sobrou para ele na segunda trave, sozinho. Contudo, ele chutou muito forte e ela saiu por cima.

Com 20, Geovani arriscou de longe e levou perigo ao arqueiro adversário. Um minuto depois, ele tentou novamente do mesmo lugar, mas isolou. O Nacional ainda chegou com 25 com um chute de fora da área, no entanto, o jogo ia, aos poucos caindo de ritmo. A pausa para a hidratação, logo em seguida, decretou um menor ritmo de jogo até o intervalo.

Ainda assim, a Lusa era a melhor em campo. Tanto que, aos 47, Raphael Toledo cobrou uma bola na área e seu xará, Luz, foi empurrado. Mas o árbitro fingiu que nada aconteceu e ainda amarelou Jussani após o apito final, por reclamação

Segundo tempo

Já após o intervalo, a Rubro-Verde não voltou tão bem. Sem tanta intensidade, a equipe permitiu que o Nacional equilibrasse o duelo e tivesse uma boa oportunidade de abrir o placar aos 20 minutos.

Só que, mais uma vez, brilhou a estrela do técnico Fernando Marchiori, que promoveu as entradas dos atacantes Luan Vianna e Maykinho, além de Danilo Baia na lateral direita. Após as mudanças, o centroavante lusitano brigou muito pela bola área dentro área e viu Raphael Luz ter muita calma no rebote para ajeitar e finalizar rasteiro no canto esquerdo do goleiro. Caprichosamente, a bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Luan entrou muito bem na partida e teve outra chance, de fora da área, aos 35. Mais fraco tecnicamente, o clube da casa não teve nem muitas forças para buscar uma pressão ainda no jogo. A Rubro-Verde soube manter a vantagem e, agora, necessita só de um empate em casa para chegar às quartas da Copa Paulista.

Ficha técnica
Nacional 0 x 1 Portuguesa

Oitavas de final da Copa Paulista – Jogo de ida
28/11/2020 – 15h
Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo.

Nacional: Matheus Poletine; Flávio, Gabriel, Bruno Maia e Matheus Barros; André Rocha, Welington, Leonardo Machado e Mendes; Felipe (Guilherme Lobo 15’/2ºT) e Tavares (Zo 40’/2ºT). Técnico: Tuca Guimarães.

Portuguesa: Dheimison; Jefferson Feijão (Danilo Baia), Diego Jussani, Diego Sacomam e Vnícius Silva; Caíque, Raphael Toledo (Walfrido 32’/2ºT) e Raphael Luz; Geovani (Joãozinho 32’/2ºT), Adilson Bahia (Luan Vianna) e Lucas Douglas (Maykinho). Técnico: Fernando Marchiori.

Cartões amarelos: Diego Jussani (INT), Raphael Toledo (10’/2ºT) e Raphael Luz (48’/2ºT) para a Portuguesa; Welington (13’/1ºT) e André Rocha (46’/2ºT) para o Nacional.

Árbitro: Alysson Fernandes Matias;
Auxiliares: Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Ricardo Pavanelli Lanutto.

Parceiros

5 COMENTÁRIOS

  1. Tudo indo muito bem,
    Espero que o time continue com essa pegada, vamos passar pelo Nacional, porém o próximo jogo nas quartas com certeza será bem mais difícil é a LUSA precisa manter a postura de time grande, o maior de todos disparada nessa copa paulista
    Vamos LUSA em busca do título…

  2. Parabéns pela vitória! A classificação já está bem encaminhada, mas concordo que em alguns momentos do jogo a queda de rendimento é brutal e isto pode ser muito perigoso com um adversário melhor. Será que o time não está bem preparado fisicamente? Será que é o “peso” de um elenco com vários jogadores acima dos 30? Tem que ser estudado para não chorarmos depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here