Equipe sub-7 da Lusa posa para foto (Foto: Divulgação/Portuguesa)

Evitando inflar o seu orçamento e por causa da pandemia da Covid-19, a Portuguesa está fora dos torneios de futsal na atual temporada, segundo apuração do NETLUSA. O prazo para as inscrições dos torneios de base (até sub-14) já se encerrou e o clube não se registrou. A Lusa enviou um comunicado aos atletas logo após a publicação desta matéria (confira a íntegra no fim do texto).

Os gastos com a modalidade giram em torno de R$ 40 mil por mês. Nos últimos anos, os pais dos alunos pagavam para ajudar, mas isso não é visto com bons olhos pela atual diretoria. Pois, ela entende que, dessa forma, acaba gerando uma pressão para que os atletas entrem em quadra.

Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

Além disso, os testes de Covid-19 precisariam ser bancados para Rubro-Verde, aumentando os gastos do clube. A federação não apresentou exigência de exames por serem crianças. No entanto, cada criança leva consigo ao menos três familiares, totalizando 100 pessoas não testadas por partida. Por isso, o clube confirmou a desistência.

Já no futebol, a equipe segue se preparando para a disputa da Série A2. A estreia, com transmissão do SporTV, será diante da Portuguesa Santista, no Ulrico Mursa, será no 1º de março, segunda-feira, às 15h30.

Confira o comunicado da Portuguesa enviado aos atletas:

A Diretoria do Futebol Integrado da ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS informa que todo o seu calendário previsto para o primeiro semestre do Futsal e Campo (Sub 11/13) está oficialmente cancelado por questões de segurança.

Infelizmente, enquanto o Brasil ainda se organiza para uma campanha de vacinação eficaz contra o novo coronavírus (Covid-19), não há condições de assegurar a participação nas Competições, sem que se coloque em risco a saúde dos envolvidos, “UM RISCO DESNECESSÁRIO, POIS O FUTEBOL E SEUS CALENDÁRIOS SE RECUPERAM, MAS A VIDA HUMANA NÃO”.

Desta forma, ficam canceladas toda e quaisquer atividades anteriormente programadas.

A APD sempre deixou claro, desde o início da pandemia, que o foco era zelar pela saúde dos todos os envolvidos (atletas e familiares), e por este motivo, continuaremos seguindo orientações do Ministério da Saúde junto com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Lamentamos o fato de, passados quase 11 meses, ainda vivermos diariamente essa tragédia que vitimou mais de 210 mil brasileiros.

Nosso compromisso vai além de buscar um alto rendimento do esporte nacional, com excelência no desempenho dentro e nos limites de suas categorias, o que vem sendo demonstrado com a eficácia das nossas ações, mas sobretudo, nosso compromisso maior é com a formação do ser humano, com sua saúde, segurança e integridade da comunidade que formamos.

Assim, considerando o difícil momento que vivemos e a necessidade de caminharmos firmes, adotando todas as medidas, inclusive aquelas que implicam em sacrifício para vencermos esta grave pandemia, reiteramos que nossas atividades encontram-se canceladas até que se entenda pela retomada complete das atividades.

Informamos, que todos terão seus dados armazenados em nosso arquivos, no entanto, desde já entendemos que nossos potenciais atletas são livres para junto a seus responsáveis deliberarem acerca de suas trajetórias.

Forte abraço a todos e um até breve se Deus quiser!

Att

Diretoria Futebol Integrado

Parceiros

5 COMENTÁRIOS

  1. Apesar de entender a situação atual do clube e do pais Não vejo com bons olhos essa não continuidade do futsal, até pq podemos perder futuras promessas, oriundas do futsal e com isso deixar de formar bons atletas e faturar uma grana.
    Na torcida por dias melhores 🙏
    Vamos voltar de onde nunca deveríamos ter saído

  2. Triste demais… depois de pouco mais de 4 anos de portuguesa, sou forçado a sair… um dia eu volto! Que a Lusa transforme essa decisão nos acessos na série B do Paulistao e na série D do nacional.

  3. Abandonar o futsal é mais um passo para o fim. Quantos craques o futsal revela para o futebol? Os pais estavam ajudando e a diretoria não vê com bons olhos, mas não dinheiro pra bancar? Difícil situação viu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here