Foto: Ronaldo Barreto/NETLUSA

O presidente da Portuguesa, Antonio Carlos Castanheira, divulgou uma carta aberta à torcida no início da noite desta terça-feira. No comunicado, o mandatário falou sobre os 11 meses de sua gestão, entre outros assuntos.

O dirigente agradeceu ao apoio dos torcedores, mas lamentou a alta inadimplência dos sócios-torcedores, conselheiros e sócios. Além disso, ele prometeu reuniões com os sócios no próximo ano.


Acompanhe o NETLUSA no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube

Confira a nota na íntegra:

Hoje peço licença para falar diretamente com o torcedor da Portuguesa, em especial aquele que tanto nos ajuda, apoia e incentiva ao longo desses onze meses de gestão. Desde que assumi a Presidência da nossa Associação, tenho trabalhado com afinco em diversas frentes, mas uma que julgo ser essencial é a busca da recuperação do nosso quadro associativo, que sempre foi um dos pilares de nossa história centenária.

Iniciamos o ano com um amplo e arrojado projeto de recadastramento de Sócios e Conselheiros, recuperamos e inovamos nosso plano de Sócio Torcedor, reabrimos a loja oficial do Clube com produtos oficiais e licenciados, criamos a loja online para democratizar o acesso para torcedores espalhados pelo Brasil e o mundo, inovamos em ações de marketing durante a pandemia como forma de atender e atrair nossos torcedores e associados, lançamos promoções em valores de ingressos de jogos, entre tantas outras tentativas.

Contudo, reconheço que em nosso Clube há muito para melhorar em estrutura para atender nosso torcedor da maneira como sempre o fez no passado. Mesmo assim, saliento que foram mais de 90 obras/reformas realizadas neste período e muitas outras ainda virão.

Todas essas ações visam resgatar nossos torcedores, associados e conselheiros para que voltem a frequentar nosso Clube em seu dia a dia, dar vida às alamedas, atrair público ao estádio e assim contar com o apoio efetivo na manutenção de suas mensalidades, como forma de manter sadia a vida administrativa da cidade Canindé. Porém, não alcançamos o sucesso esperado, infelizmente.

Vamos aos números:

48 Conselheiros se recadastraram
218 Sócios Patrimoniais se recadastraram
785 torcedores aderiram ao Sócio Torcedor
89 Sócios Torcedores são inadimplentes
106 Conselheiros são inadimplentes

Esses números são modestos e abaixo da grandeza dessa instituição que sempre se notabilizou pela união em prol do bem maior.

A mais recente tentativa de trazer o associado de volta ao convívio do Clube foi em forma de desconto na regularização das mensalidades. Devido a alta inadimplência, essa diretoria entendeu que uma promoção poderia ser uma maneira eficaz de atrair quem se afastou.

Porém, existe um entendimento técnico diferente do nosso, que compreende a ação como uma anistia, ao invés de promoção. Desta forma, somos levados a desistir dessa alternativa e por consequência, suspender os descontos previamente divulgados por nós.

Todavia, nossos planos seguem em ação na busca desse objetivo que é resgatar a vida social da Portuguesa e ter de volta as pessoas e as famílias no convívio do Canindé. Assim, aos torcedores que entenderam nossos anseios e que acreditam no projeto que iniciamos em janeiro deste ano, meu agradecimento pessoal. Como maneira de valorizar esses sócios-torcedores, associados e conselheiros que participam ativamente do dia a dia da Portuguesa, vamos iniciar uma série de ações em conjunto com vocês.

A partir de janeiro de 2021, quem estiver adimplente com as mensalidades de Sócio Torcedor e Sócio Patrimonial, mensalmente, serão sorteados para uma reunião privada com a Presidência para tomar ciência e tirar todas as dúvidas em relação a gestão que estão ajudando a construir.

Além disso, serão instaladas catracas eletrônicas nas entradas do Clube para controle de acesso exclusivo para Sócios e Conselheiros adimplentes com as suas mensalidades, como forma de segurança e organização.

Não foram poucos os esforços que fizemos nesse sentido, porém garanto que também não serão os últimos. Coloco meu empenho pessoal à frente desse projeto de resgate e mantenho o compromisso de trabalhar diuturnamente em busca de melhores dias de nossa Associação. A Portuguesa só se faz forte com o apoio e a presença de todos e é com todos juntos, tendo Deus no comando e Jesus no coração, que alcançaremos o sucesso planejado.

Obrigado,

Antonio Carlos Castanheira
Presidente da Associação Portuguesa de Desportos

2 COMENTÁRIOS

  1. Sou sócio desde 1972, estou inadimplente sei lá quanto tempo, o que o clube oferece para eu voltar a pagar e frequenta-lo ? Nada. Unica coisa boa era as piscinas que foram embora, vocês acham nestes tempos bicudos estamos jogando dinheiro pro céu ? Estava mais que claro que esse descontos jamais iriam dar resultado.

  2. Gosto muito do clube mas nao a atrativos para retornar como socio por que um clube desta grandeza sem pcinas ou mesmo um grande atrativo nao vao recuperar os sócios q não eram simplismente torcedores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here