Foto: Rodrigo Corsi/FPF

Foi realizada, na última sexta-feira, uma reunião entre o presidente da Portuguesa, Alexandre Barros, e alguns ex-diretores que passaram pelo clube nos últimos dez anos.

O objetivo, segundo informou o programa Paixão Lusa, da Rádio Trianon, é formar uma junta para dirigir o futebol da Lusa em 2020.

Entre os presentes, estiveram Roberto dos Santos, Carlos Lourenço, André Heleno, Marcos Lico, Marcos Lourenço, Augusto Freire, entre outros.

Mais reunião

No sábado, Alexandre Barros entrou em contato com Fernando Tomé, único candidato confirmado para a eleição no fim do ano, afim de realizar uma reunião com os candidatos. O convite foi declinado, já que não existem outros nomes certos.

A chapa Revolusa 2020 divulgou uma nota para explicar a situação. Confira:

NOTA OFICIAL

Sempre priorizando a transparência, que é a essência da nossa chapa, a Revolusa vem a público para esclarecer algumas situações que envolveu o seu nome nas últimas horas.

O nosso candidato, Fernando Tomé, foi procurado pelo presidente da diretoria executiva da Portuguesa, Alexandre Barros, para uma reunião com os candidatos à presidência do clube.

Pelo bem da nossa instituição e o início do planejamento para o centenário, a chapa Revolusa, através de Fernando Tomé, aceita uma reunião quando houver, de fato, um posicionamento oficial dos candidatos. Foi proposto um encontro somente entre a diretoria atual e a chapa Revolusa, o que foi rejeitado por Barros.

Como já é de conhecimento dos torcedores, a Revolusa é a única chapa ratificada para o pleito até o momento. Por isso, não considera que uma reunião sem candidatos confirmados seja produtiva para o andamento do clube.

Formada por apaixonados pela Associação Portuguesa de Desportos, a chapa Revolusa faz questão de vir a público para explicar os boatos e ressalta sempre que está à disposição para conversas, diálogos e entendimentos que possam levar a nossa Lusa ao patamar que merece.

Revolusa 2020 – Mudando para vencer!

Veja também:

11 COMENTÁRIOS

  1. Você já era Alexandre virou “persona non grata”, a portuguesa com você ficou minúscula, sai de fininho e
    deixa essa massa falida para alguém competente tentar recuperar ao menos em parte.
    Obs. Ao que pegar, se não arranjar um investidor internacional, fica difícil, muito difícil .

  2. Vejo que está se tentando armar algo nos bastidores para evitar que o clube passe a ser dirigido por outro grupo. Sinistro… Será que há algo “muito podre” que pode vir a público caso não existam “pessoas de confiança” da atual administração na nova gestão? Não sei, mas que tá estranho, tá!
    Luiz Gustavo – Santos/SP

  3. Seria importante nesta reunião esclarecer com o Da Lupa (outro grande f.d.p.), quem levou a grana da venda do jogo para o Fluminense não cair. Até hoje ninguém sabe o que aconteceu realmente, ou seja, o advogado não avisou, entregaram mesmo para o Flu, quem levou a grana ???????????????
    Da Lupa, Luis Iauca ou dividiram entre os conselheiros ????
    A. Barros o pior presidente que a Lusa já teve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here