Foto: Rodrigo Corsi/FPF

O fracasso da Portuguesa em todas as competições que disputou pode ser explicado pela falta de planejamento do clube. Presidente da Lusa desde janeiro de 2017, Alexandre Barros já contratou 79 jogadores.

A informação foi divulgada na última quinta-feira por Antonio Quintal, do programa Paixão Lusa, da Rádio Trianon.

O atacante Anderson Cavalo, anunciado na última quarta-feira, foi o 79º atleta contratado em menos de dois anos de gestão, o que dá a média de quase 40 jogadores por ano.

Vilares e Rodrigo Paraíba (filho de Marcelinho Paraíba), contratados para as categorias de base da Lusa, não entram na conta.

O absurdo não se restringe somente aos atletas. No banco de reservas, o clube usou e abusou dos erros. Ao todo, seis técnicos foram contratados, isso sem citar os treinadores interinos. Tuca Guimarães, Estevam Soares, Mauro Fernandes, PC Gusmão, Guilherme Alves e Allan Aal já passaram pelo comando do clube.

Neste sábado, às 15h, no Canindé, a Portuguesa cumpre tabela na Copa Paulista diante do Audax. Depois disso, a equipe fica sem disputar jogos oficiais até janeiro, quando estreia na Série A2.

LUSA EM PRIMEIRA MÃO
Clique no sino, do lado direito, e ative as notificações para receber tudo sobre a Portuguesa no seu celular ou computador.