Foto: Reprodução/Facebook do NETLUSA

Nesta quarta-feira (7), o presidente da Lusa, Alexandre Barros, convocou uma entrevista coletiva para falar sobre a situação do clube. O boato de que o mandatário renunciaria foi o primeiro assunto abordado pelo dirigente, que foi categórico ao garantir que continua no cargo. Momentos depois, a torcida invadiu a sala de imprensa do Canindé para protestar contra a atual gestão da Portuguesa.

“Não há possibilidade de renúncia. O intuito é criar polêmica para desestabilizar a situação política. Existem apoiadores que acreditam muito no meu trabalho. Se existe uma possibilidade de denuncia, no que estas pessoas podem acreditar? Eu consultei as duas chapas e uma delas não concordava na realização de uma reunião. Ela acabou nem sendo marcada, e o tema não era a renúncia. É impossível que eu renuncie? Não posso falar sobre o dia de amanhã. Mas isso não passa pela minha cabeça. quero terminar o meu mandato, ainda há 1 ano e 11 meses”, explicou Alexandre.

Alexandre foi incisivo ao falar das notícias publicadas sobre a Lusa. “É muita besteira para pouca coisa. Parte dos membros fazem só política e outros inventam notícias. Isso atrapalha a Portuguesa e a vida das pessoas”.

“Muitos, nas redes sociais, estão me acusando de forma pejorativa e até criminosa. Não estou roubando a Portuguesa. É uma inverdade. Quero que as pessoas provem que eu peguei um centavo da Portuguesa. Inclusive coloco dinheiro próprio para sanar algumas necessidades. Fico à disposição para todos os questionamentos”, afirmou o presidente.

Durante a coletiva, dirigentes e membros da torcida “Leões da Fabulosa” invadiram a coletiva para protestar contra Alexandre. Além de diversas ofensas, foram exigidas explicações sobre a situação financeira do clube. O presidente do clube deu explicações sobre os salários atrasados e afirma que, em breve, o clube vai organizar a questão. A resposta não foi bem aceita e os gritos de ordem continuaram.

Cinco policiais foram chamados ao local. Eles pediram para que os torcedores deixassem a sala de imprensa, mas não foram prontamente atendidos. Os protestos continuaram, com pedidos para que Alexandre abandonasse a direção do clube. O abandono das categorias de base também foi citado pelo grupo.

Os gritos continuaram durante toda a entrevista. Com o encerramento da coletiva, os torcedores voltaram a proferir palavras de ordem contra Barros. Mesmo após deixarem o local, os gritos continuaram intensos do lado de fora. O presidente não se exaltou durante a manifestação.

Guilherme Alves

Um dos primeiros temas discutidos na coletiva foi a saída do técnico Guilherme Alves, concretizada na última terça-feira. “Ele veio para fazer a temporada 2018. Depois do empate contra o XV de Piracicaba, ele colocou o cargo à disposição. Nós não aceitamos. O mesmo aconteceu contra o Oeste. Nós acreditávamos muito no trabalho dele. Tudo foi indicado por ele. Os jogadores estavam no elenco com o aval dele”, lamentou.

“Ele foi decisivo e intransigente. Simplesmente me informou de que não ficaria. Ele me disse: ‘Respeito muito você, gosto da Portuguesa, mas não dá para continuar’. Existe uma multa unilateral e nós, em comum acordo, deixamos ele sair. Não forçamos a barra. Queríamos contar com este profissional de altíssimo nível, pois ele tem muita qualidade. Tentamos buscar um substituto, o que não será fácil. Os resultados não eram bons, mas em nenhum momento queríamos a saída dele”, detalhou Alexandre.

Barros também detalhou que, na última semana, pediu para que Guilherme buscasse outro auxiliar técnico por conta de problemas internos. Para ele, esta decisão influenciou diretamente na saída do treinador. Outro tema discutido foi a saída de Marcio Zanardi.

“É um excelente profissional e fez um grande trabalho conosco. Ele era uma opção muito interessante. Depois do Paulista, com uma boa campanha da Lusa, o Guilherme poderia receber outras propostas e ele seria a opção. Porém ,ele ainda estava com a equipe sub-20 e recebeu propostas para outros projetos. As portas estão abertas para ele no futuro”.

Sobre o novo treinador da Lusa, Alexandre afirma que estuda alguns nomes. Gerson Sodré vai treinar a equipe na próxima partida, pois não haveria tempo hábil para registrar um outro nome, segundo o presidente.

NETLUSA EM UM CLIQUE
Ative as notificações do NetLusa, receba alerta de gols e todas as notícias do portal e fique por dentro de tudo o que acontece na Portuguesa. Clique AQUI e saiba mais!

37 COMENTÁRIOS

  1. Nem sei o que pensar, pois sai Alexandre entra quem ??? e pra variar nessa porra nao tem uniao so tem politico quanto a base concordo plenamente com a leoes , foi abandonado.

  2. O Marionete AB tem uma única missão e não largará o osso. Podem esquecer …
    Seu papel é intermediar a venda do estádio, distribuir o dinheiro entre os cardeais e pegar a sua comissão
    Esse vagabundo jamais trabalhou na vida. Assim como seu genitor, sempre viveu às custas da APD.
    Tem costas quentes. É apoiado por “nossos” conselheiros corintianos e são paulinos …aqueles que esperam o fim do clube !

  3. Alexandre não duvido da sua honestidade mas de futebol você é zero ,pensa sai enquanto é tempo deixa a lusa rapaz , analisa a venda , não sei mas vamos tentar mudar de nome brasileiro /português sei que é difícil mas todos que tentar, vamos pensar no futuro dos nossos filhos …e futuros torcedores ,acerta com empresários a venda do nosso terreno ou seja faça pelo menos alguma coisa .

  4. Fábio H. dos Santos, vc disse””só aki no Brasil esses cuzões de filhos e netos de portugueses negam as origens””, falou ou não??? Pois é, ofendeu tds participantes do blog!!! Vc conhece Carlos Freitas??? Pois é, ele é pai de família, vc acha justo manda-lo dar o rabo??? Quem é vc pra dar aula de gramatica para o Marco???
    Amigos vamos deixar pra lá, esse sujeitinho insignificante nasceu no Pari e não conhece a V. Guilherme, portanto pra que perder tempo com quem não sabe nem andar!!!

    • Achou ruim eu mandar seu amigo dar o rabo? Você vive escrevendo as maiores barbaridades aqui neste espaço, inclusive ofendendo pessoas que já morreram e não podem se defender. Agora virou moralista? Se toca.
      Também sou pai de família e não aceito um imbecil como você diariamente ofendendo os portugueses de forma indiscriminada. Se tem problemas pessoais com os portugueses, foi mal comido por um português, tem algum recalque, problema seu. Está ofendendo os portugueses no lugar errado.
      Quanto a dar “aula de gramática”, não vou nem comentar. Pra ensinar você e seus amigos, não precisa muita coisa.
      Nem nome você tem, é apenas um apelido.

  5. Se o AB quer ficar, a primeira coisa que tem que fazer é criar um canal de transparência. Tem que divulgar todas as despesas, receitas da parte social, administrativa e do futebol, dívidas (com quem e quanto), acordos etc.. Se não vir a público explanar com notas fiscais, contratos, aditivos etc., sempre será massacrado. Se indicar qual o caminho das pedras está tomando e discuti-lo coletivamente, terá apoio da maioria para qualquer ação. Se continuar como imperador, será taxado de laranja a otário…e outras coisas.
    Que alguém leve a proposta.

  6. Quase dois anos passam rápido,até lá a Portuguesa estará fora de todas as competições no Brasil,ano que vem serie A3,depois nada mais pra disputar.O futebol hoje deve ser administrado como empresa,ele não é do ramo,não sabe nada,está afundando cada vez mais a Portuguesa.Quando aparece para falar,é muito blablabla não convence.Renuncie,pelo bem d Porruguesa!!!

  7. um otimo nome para a portuguesa seria o betão alcantara que esta no atibaia muitos acessos no curriculo e conhece muito bem esssa divisoes A2,A3 e é experiente daria muito certo na portuguesa!

  8. Alguns já entenderam mas outros ainda não, precisa ser alterado o estatuto e vender em troca da divida (dar o clube a quem quiser assumir a divida) a grupos de investidores ligados ao esporte. Esses não aceitam ficar no prejuízo por muito tempo e por isso colocariam times realmente competitivos.
    Se não fizer isso estaremos fadados ao FIM.

    • Geraldo, concordo em gênero, número e grau. Infelizmente seguimos a mesma fórmula que só nos trouxe rebaixamentos. O mundo mudou, mas a Lusa ficou parada no tempo.

  9. Concordo com Mario Nunes com um canal de transparência das dividas, acalmaria as pessoas e saberíamos o que temos na mão. Quanto a AB, falou, criticou, menosprezou muita gente, hoje esta sentindo na pele suas palavras. Concordo com ele, não deve renunciar, continue na luta, quem entrar vai levar pedrada, pois não temos e nunca vamos ter união. Já fui diretor de social e cultura e não era fácil, por mais que você fizesse sempre recebia criticas e muitas vezes coloquei equipamentos e dinheiro do meu bolso. Tem gente desonesta ? sim tem, mas tem muita gente que trabalha arduamente só por amor ao clube.
    Imagino a energia ruim dessa reunião, só xingamentos, ofensas e acusações, e dizer que em menos de dois meses os comentários aqui era só de esperança. Não quero defender AB, ou qualquer outra pessoa, uma casa sem dinheiro, sem energia, sem presença de espirito e união, não há evolução em todos os sentidos, nesse momento só deixo meu apoio as pessoas de bem.

  10. Quando a Portuguesa caiu da série B para a série C, pensei: “Chegamos ao fundo do poço”. Estava errado.
    Quando caímos da série C para a série D percebi que o buraco era mais embaixo. Agora não temos nem uma série nacional para disputar. PQP esse poço não tem fim. A cada dia que passa a Portuguesa só piora. Corremos o risco agora de cair para a A3 do Paulistão. Diz-se que na Portuguesa falta muita coisa. Falta planejamento, falta gestão, falta dinheiro, faltam profissionais de qualidade, falta vergonha na cara, enfim, as “faltas” tendem ao infinito. Porém, em minha opinião o problema que supera todas essas deficiências é a FALTA DE CREDIBILIDADE que atingiu a atual e as antigas administrações. A torcida, os colaboradores não confiam nos dirigentes e dessa forma não há sintonia e por consequência, não há ajuda. Se houvesse credibilidade a colônia, em dois tempos, punha o clube em pé novamente, da mesma forma que o OTD fez nos anos 70 quando conclamou toda a colonia para tornar a Portuguesa maior do que já era naquela época.

    • Infelizmente eu não era vivo nessa época, mas me disseram que o Dr. Osvaldo Teixeira Duarte disse que o dia que o pessoal do outro lado do rio assumisse a diretoria da Portuguesa, seria o fim dela ….
      Tá aí o Lusitano da Vila Guilherme como um exemplo.
      Infelizmente OTD estava muito certo no q disse … um visionário em todos os sentidos.
      É triste, mas nota-se que todo mundo está lá dentro por interesses pessoais. Ninguém se interessa de verdade pela ADP.
      É um triste fim …

  11. O jogo é sexta, não tem treinador, tem um catado pra colocar em campo, não contrata ngm, jogo transmitido pra todo o Brasil. Só nos resta torcer contra o Juventus, o audax e o água santa, pq esse time montado por esse senhor que se intitula presidente não nos levará a lugar algum. Mas isso não interessa. O que interessa é o terreninho. Quem vá levar comissão? Quem vai gritar que o vovô doou saco de cimento pro canindé? Quem vai empreender no terreno? Só isso que interessa para essa corja parasita representada por alexandre Barros e seus patrocinadores.

  12. O presidente está seguindo à risca o script para ser rebaixado:
    – planejamento errado
    – contratações vizinhas
    – demissão de treinador
    – jogando erros nas costas dos outros
    – salários atrasados
    – grupo rachado
    – falta de liderança

    Vamos conhecer a série a3.

    Só para deixar claro, o Alexandre não pegou o time na a1, portanto a a2 não é culpa dele. Mas não sair dessa divisão e lutar contra o rebaixamento é responsabilidade única e exclusiva dele. #voltapraradio

  13. De tudo q aconteceu nessa coletiva, o q me deixou realmente satisfeito foi a manifestação da Leões da Fabulosa! Há tempos cobro esse tipo de atitude! O papel de uma torcida organizada é apoiar quando se deve e cobrar quando merecido. Que continuem as cobranças! Quanto ao AB, nao creio q ele seja desonesto. Até q me prove o contrário acredito na sua boa fé. O q acredito, e o faço com base em tudo q vi até agora, é q ele não tem competência em montar um elenco com a mínima qualidade, não tem criterio nas contratações, é extremamente centralizador, arrogante e teimoso. A Portuguesa precisa de organização e transparência. Errar, admitir q errou e continuar errando ou é muita burrice ou tem algum interesse escondido! Que falta dinheiro todos sabemos, mas quais atitudes reais foram tomadas p captação de recursos? Não houve nenhum sinal que indique o desejo de mudancas. É mais do mesmo. Sempre.

  14. o cara é simplesmente um bosta. quando tinha o microfone na mão, era o sabichão: respostas para tudo, era o “administrador” e todos eram incompetentes. não era ele que faria a Lusa renascer? cade o planejamento, a organização, a volta para as divisões superiores? agora, que tem o poder, mostra sua verdadeira face. é um medíocre! um fantoche!!!! triste, muito triste….

  15. Já falei á algum tempo, sei que é assunto polemico mas teríamos que Nacionalizar o nome do Clube e dei algumas razões para isso, volto a repetir, são elas.
    1- Portuguesa – Nome feminino num mundo do futebol ainda muito dominado por machismo.
    2- Time de colonia – Já quase não vem mais Portugueses para o Brasil.
    3- Os portugueses que aqui estão vão morrendo e fica cada vez mais difícil renovar a torcidas.
    4 -Estou com 62 anos já poucos que me acompanhavam nas bancadas vivem hoje.
    5- Se analisarmos as equipes sempre tem alguma razão para sua grande paixão, ainda me admira a torcida jovem que acompanha a equipe como quando vencemos a serie B e depois na A, claro que a maioria já são netos de Portugueses, eu fui dos últimos a vir de Portugal em 1969, meus três filhos foram em muitos jogos comigo assim como muitos amigos de outras equipes que eu levava.
    6- Dizem que somos o 2º time de outras torcidas mas se ganharmos deles logo são nossos rivais, portanto o que precisamos é de torcida com raízes fortes, e isso só se dará com um nome forte e neutro.
    7- Sei que alguns vão dizer que não vão mais torcer para outro nome, mas sinceramente isso faz pouco sentido nos dias de hoje, pois já não tem time faz tempo, ou andamos a enganar uns aos outros, à que ter atitude e olhar pra frente, veja o que é o Palestra Itália hoje.
    8- Sou dos que mais me toca essa situação e enquanto tiver jogo vou ao Canindé, mas muitas vezes não levo meus filhos que desanimam com tal situação.
    9- Pra mim está tudo bem assim, penso no futuro e não deslumbro outro caminho, apesar de ser Português e com fortes raízes e muitos contras consegui o que poucos conseguem 3 filhos torcendo pra nossa Lusa / Portuguesa nem sabemos direito como chamar.
    10- Algum tempo atrás pensei no nome Atlântico até mesmo pelas raízes, sempre parece estranho mas depois já apareceu nome de time com esse nome (salão)
    11- A falta de atitude parece ser a maior contribuição para o fim da nossa Portuguesa, e isso eu falo á anos.
    12- Um dia na entrada do jogo dei meu cartão para o Atual Presidente, gostaria de alguma forma colaborar mas não retornou e ficou por isso, só um movimento de todos unidos com atitudes de fato, poderiam salvar nosso clube, todos querem jogadores mas a Diretoria quer torcedores e por razões já expostas temos poucos e cada vez menos.
    13- Atenção: sou um Homem de diálogo, porém não aceito contestação de idéias sem sugestões concretas e realizáveis, pois todos sabemos a situação financeira do Clube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here