Indicado por Guilherme, Cesinha chega à Lusa ciente da responsabilidade

Novo lateral esquerdo da Portuguesa atuou sob o comando do treinador no Linense e Novorizontino

Foto: Lucas Ventura/NETLUSA

Uma das caras novas da Portuguesa para 2018 é o lateral esquerdo Cesinha. Aos 31 anos, o jogador foi uma indicação do técnico Guilherme Alves, com quem trabalhou no Linense e Novorizontino.

Em entrevista ao NETLUSA, o novo atleta rubro-verde sabe das responsabilidades que terá vestindo a camisa 6 da Lusa.

“A responsabilidade é muito grande. Quando você vem indicado pelo treinador, tem que dar uma resposta a altura que a torcida e a diretoria querem. Espero desempenhar o mesmo papel que fiz nos últimos clubes”, disse.

“A Portuguesa é uma equipe grande, tradicional, e que merece estar no topo. Venho com esse intuito, de colocar a equipe na primeira divisão”, complementou.

Anunciado como novo reforço do clube no último dia 5, Cesinha já se sente em casa, apesar do pouco tempo de treino ao lado dos novos companheiros.

“Me senti bem vindo. Estou bem ambientado. Conheço o Guilherme Queiroz e o Pereira, de jogar junto e contra. Espero melhorar a cada dia e que possamos nos integrar para chegar onde queremos”, declarou.

Rodado no interior paulista, novo lateral esquerdo da Portuguesa se apresentou ao torcedor rubro-verde.

“Sou um lateral mais ofensivo. Minhas características são a força e a velocidade. Tenho facilidade de chegar na linha de fundo e cruzar. Mas também ajudo na parte defensiva. Hoje em dia o futebol exige muita marcação”, concluiu.

A Lusa estreia na Série A2 diante do Batatais, no estádio do Canindé.

NETLUSA EM UM CLIQUE
Ative as notificações do NetLusa, receba alerta de gols e todas as notícias do portal e fique por dentro de tudo o que acontece na Portuguesa. Clique AQUI e saiba mais!

6 COMENTÁRIOS

  1. Importante o depoimento do jogador, quando disse que “a Portuguesa é uma equipe grande, tradicional, e que merece estar no topo. Venho com esse intuito, de colocar a equipe na primeira divisão”. Este tem que ser o foco de cada jogador, e de todos da comissão técnica e diretoria. Cada jogo na série A2 terão que dar o sangue, a alma, como fosse uma final de competição. Pelos acessos que teve em outros clubes, Cesinha merece a confiança da torcida. Vamos aguardar!

  2. Todos chegam c/ os meus discursos, qnd chega na competição, as coisas ñ flui como nos discursos.
    Espero q em 2018, as falas desses jogadores se transforme em títulos acessos.
    Seja bem vindo e soe essa camisa, que ñ é qquer uma.
    E pra frente Lusa!!!

  3. O mais interessante é que os Atletas que estão chegando com o aval do Técnico Guilherme estão demostrando comprometimento, um respeito grande pela Lusa e um discurso alinhado com a filosofia que o Guilherme quer colocar no time, estou acreditando no trabalho do Guilherme …. Bora lá Lusa

  4. O dia que a torcida começar a apoiar os jogadores sejam lá bons ou ruins ,parar de ir no estádio pra cornetar jogadores ou treinador creio eu que vá melhorar ….pois nem treinador é nem jogador tem culpa de nada ,eles são contratados e tem seus limites…a culpa na minha opinião (que pode não ter valor nenhum) é da diretoria e da situação que o clube se encontra.
    Jogando com o João da quitanda ou Zé da padaria não importa.vou ao estádio acreditando o resto jogo tudo nos dirigentes incompetentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here